Marinaleda -Cidade espanhola socialista é imune à crise

A unica cidade espanhola que não está em crise é socialista: chama-se Marinaleda, cidade da Provincia de Sevilla, região de Andalucia, no sul da Espanha, é um oasis de prosperidade e tranquilidade em meio à dramática crise que acontece no resto do país. A situação de Marinaleda, socialista, contrasta com o resto da Espanha, capitalista, mostrando claramente à superioridade do sistema socialista.

Ha 33 anos (desde 1979) a cidade é governada por um prefeito socialista que tem sido re-eleito sucessivamente, é o prefeito mais antigo da Espanha e também foi o prefeito mais jovem do país quando foi eleito pela primeira vez. 

Em Marinaleda o desemprego é entre 0% e 4%  ´num país onde o índice de desemprego supera dos 25%. A criminalidade da cidade socialista espanhola é nula, tanto  que sequer existe policia na cidade, não precisam disso.  A prefeitura também jamais teve que aplicar uma multa sequer (desde que o prefeito socialista assumiu o cargo). As decisões da prefeitura são tomadas em assembleias populares. Enfim, Marinaleda é um exemplo dos resultados contrastantes entre uma cidade socialista e um país governado pelo neoliberalismo, como é a Espanha. Se na cidade estão bem apesar da crise, imagina então se o país não estivesse em crise. 

Reportagem da Folha: 

Marinaleda: um oásis de prosperidade em meio à crise européia:


Documentário da TV espanhola:

Marinaleda: 30 anos de luta:

Em Marinaleda, o prefeito substituiu a foto do rei da Espanha (que habitualmente decora os gabinetes de prefeitos pelo país afora) pelo retrato de Che Guevara, o ídolo máximo do prefeito. E a especulação imobiliária não existe. Enquanto que no resto da Espanha a hipoteca de uma casa custa em media 1000 euros ao mês  em Marinaleda sai por 15 euros ao mês.

Na cidade, o prefeito ganha o mesmo salario que o resto dos trabalhadores da cooperativa da cidade. Aliás todos ganham exatamente o mesmo salario (47 euros por hora) seja qual for a sua função. O prefeito também participa das ocupações de terras ociosas e faz greve junto com os demais trabalhadores, além de já ter invadido bancos e até o palácio do governo.  O prefeito comprou uma assinatura da TV a pago e a distribuiu para todos os habitantes da cidade porque entende que a cultura deve ser grátis para todos. 

O prefeito de Marinaleda ocupou com os demais habitantes as terras de um latifúndio durante 12 anos até expulsar o latifundiário da cidade. O latifúndio então foi entregue aos trabalhadores para uso coletivo.

Reportagem: outro mundo é possível

Parte 1:


Parte 2:

Entrevista com o prefeito de Marinaleda, Juan Manuel Sanchez Gordillo

Documentário: Marinaleda, o sonho da terra

A historia da luta de uma comunidade pela terra para quem nela trabalha. A façanha coletiva baseada na solidariedade e na revolução sócio econômica.  Marinaleda já não se enfrenta só aos seus velhos inimigos. Agora tem que também consolidar suas conquistas.

Marinaleda: povo espanhol imune a crises

Reportagem em vídeo de Radio Netherlands Internacional em holandês.  Quem não entende holandês  pode ativar as legendas em espanhol no botão vermelho na parte inferior do vídeo  As legendas aparecem somente quando fala a narradora do documentário em holandês. Quando são os habitantes entrevistados não ha legendas, pois obviamente já falam em espanhol.


Um comentário:

Paulo Brasileiro disse...

expetacular...ese Prefeito merece aplauso de todo o Mundo..